-->

Júpiter, o gigante gasoso

 

Carinhosamente conhecido como Gigante Gasoso, Júpiter é o quinto planeta mais próximo do Sol no Sistema Solar. É composto basicamente de hidrogênio e hélio e seus dias por lá (rotação) duram cerca de dez horas, ou seja,  os dias lá são mais curtos. Se na Terra as pessoas já reclamam de falta de tempo, imagine morando por lá.

Como o apelido já diz, Júpiter é composto basicamente por gases. Sua superfície não é lá uma das mais sólidas. Júpiter só não é uma estrela como o Sol por não gerar pressão interna para a fusão nuclear, que transforma hidrogênio em hélio. Esses dois elementos se aglomeraram em forma de planeta por conta da gravidade, que chega a 24,79 m/s². Por girar mais rápido que a Terra, Júpiter tem um furacão de cerca de duas vezes maior que a Terra, que está em atividade desde o século XVII.

Provavelmente, o centro de Júpiter é rochoso com uma massa cinco vezes maior que a da Terra. A temperatura fica em torno dos -150 graus, o que dificulta muito a possibilidade de existir vida (pelo menos não a vida que estamos acostumados a ver).

Temos que ser muito, mas muito gratos mesmo a Júpiter e seu Cinturão de Asteroides. Localizado entre Marte e Júpiter, o Cinturão de Asteroides são milhares de meteoritos atraídos pela gravidade do Gigante Gasoso. Cientistas arriscam que alguns dos meteoros que já caíram por aqui são provenientes de lá; sem querer, são atraídos pela gravidade da Terra e se desprendem do Cinturão.

 

ficou curioso? saiba mais!!!

http://pt.wikipedia.org/wiki/J%C3%BApiter_(planeta)

http://www.if.ufrgs.br/ast/solar/portug/jupiter.htm

http://www.infoescola.com/sistema-solar/jupiter/

 

Autor(es):

Yara Laiz Souza

Sou graduanda de Ciências Biológicas e pesquisadora da área de Genética Populacional, apaixonada por astronomia e pipoca.

Todas as postagens do(a) autor(a)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.