-->

Galáxias Através do Tempo e do Espaço

 

Informações do vídeo:

Faça um passeio virtual para os confins do Universo e explore 10 bilhões de anos da história galáctica, a partir de galáxias espirais completamente e majestosamente formadas, até as coleções desagrupadas de estrelas apenas começando a formar galáxias.

Esta viagem cósmica inesquecível é apresentada no premiado filme de curta, IMAX, “Hubble: Galáxias Pelo Èspaço e Tempo”, que transforma dados e imagens do Telescópio Espacial Hubble da NASA em uma viagem que leva os telespectadores a todo o Cosmos. Usando um mosaico de imagens de 650 megapixels criado pelo Great Observatories Origins Deep Survey (GOODS), mais de 11.000 imagens de galáxias foram extraídas e montadas em um modelo preciso em 3-D, para este filme de três minutos. O filme de formato amplo foi criado por uma equipe de especialistas em imagem e visualização do Hubble, do Escritório de Divulgação Pública, no Space Telescope Science Institute (STScI) em Baltimore, Md. O filme foi dirigido por Frank Summers, um astrofísico e especialista em visualização científica.

Link original do vídeo :http://hubblesite.org/newscenter/archive/releases/2004/16/

Com nossos agradecimentos ao canal Luc Anderssen do Youtube.

Autor(es):

Mário César Mancinelli de Araújo

Sou formado em Engenharia de Software e QUASE em Ciência da Computação (não concluí). Pretendo, agora, fazer astronomia na USP assim que possível para, depois, me especializar em astrobiologia. Sou um apaixonado pela ciências em geral e gosto muito de investigar alegações extraordinárias (como a ufologia, por exemplo).

Todas as postagens do(a) autor(a)

One Response to Galáxias Através do Tempo e do Espaço

  1. rafael_faustino disse:

    É muito imprecionante como o universo é grande quando comparado a nós e, ao mesmo tempo, como nós somos grandes quando comparados a menor particula já descoberta pelo homem. As vezes me pego a pensar: será que a terra não passa de um “eletron” girando em volta de um “neutron” que seria o sol?!? Quem saberá, néh???

     

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.